Perfil sociodemográfico e epidemiológico preliminar de pessoas vivendo com HIV/AIDS no município de Coari, Amazonas, Brasil, no período de 2005 a 2016

Palavras-chave: Síndrome da Imunodeficiência adquirida, Vulnerabilidade em saúde, Soropositividade para HIV., Sorodiagnóstico da AIDS

Resumo

OBJETIVO: Descrever o perfil sociodemográfico e epidemiológico dos portadores de HIV/aids no município de Coari, Amazonas, Brasil. METODOLOGIA: Trata-se de uma abordagem descritiva de aspectos sociodemográfico e epidemiológico através da coleta de informações da ficha padrão de Notificação/Investigação de HIV/aids do Sistema de Informação de Agravos do Ministério da Saúde (MS) dos casos acompanhados no Instituto de Medicina Tropical de Coari (IMTC), durante o período de 2005 a 2016. RESULTADOS: Mostraram um predomínio, na procedência, da zona urbana (92,31%); sexo masculino (58,97%); autodeclarados pardos (91,03%), faixa etária entre 20 a 24 anos (30,77%), escolaridade de 1a a 8a série incompleta (45,09%), funcionários públicos (16,67%), via de infecção sexual (98,72%), com notificação de HIV (37,18%) e Aids (62,82%). CONCLUSÃO: Este estudo mostra um alto índice de diagnóstico na fase sintomática da aids e pessoas infectadas que pararam o tratamento, o que exige a intensificação de ações assistenciais aos portadores dessa patologia no município de Coari.

Biografia do Autor

Ana Felisa Hurtado Guerrero, Universidade do Estado do Amazonas, Escola de Ciências da Saúde.

Gerontologa. Sanitarista e foi docente do curso de Bacharelado em Saúde Coletiva da Universidade do Estado do Amazonas, Escola de Ciências da Saúde, Manaus, Amazonas, Brasil.

Lindete Evangelista dos Santos, Universidade do Estado do Amazonas, Escola de Ciências da Saúde.

Técnica de Enfermagem da Secretaria Municipal de Saúde do Município de Coari. Bacharel em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Amazonas, Escola de Ciências da Saúde, Manaus, Amazonas, Brasil.

Raquel Gomes de Oliveira, Universidade do Estado do Amazonas, Escola de Ciências da Saúde.

Técnica de Saúde Bucal da Secretaria Municipal de Saúde do Município de Coari. Bacharel em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Amazonas, Escola de Ciências da Saúde, Manaus, Amazonas, Brasil.

Patrícia dos Santos Sales, Universidade do Estado do Amazonas, Escola de Ciências da Saúde.

Técnica em Enfermagem do CETAM, Amazonas. Bacharel em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Amazonas, Escola de Ciências da Saúde, Manaus, Amazonas, Brasil.

José Camilo Hurtado Guerrero, Universidade Federal do Oeste do Pará.

Biólogo - Entomólogo. Docente do Instituto de Biodiversidade e Floresta da Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, Pará, Brasil.

Referências

1. Coutinho MFC, O'Dwyer G, Frossard V. Tratamento antirretroviral: adesão e a influência da depressão em usuários com HIV/aids atendidos na atenção primária. Saúde debate [Internet]. 2018 Jan [citado 2018 Dez 07];42(116):148-161. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042018000100148&lng=pt.
2. Silva CRL, Silva ERV da, Carvalho HB et al. A juvenilização do HIV/AIDS: um desafio na contemporaneidade. In: II Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde (CONBRACIS); 2017 Jun 14-16, Campina Grande; 2017. p. 1-10
3. Brasil, Ministério da saúde, Secretária de Vigilância em Saúde. Boletim epidemiológico AIDS e DST. Brasília: Ministério da Saúde; 2015.
4. Silva LCF da, Santos EM dos, Silva NAL da, Miranda AE, Talhari S, Toledo LM. Padrão da infecção pelo HIV/AIDS em Manaus, Estado do Amazonas, no período de 1986 a 2000. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. [Internet]. 2009 Oct [citado 2018 Dic 07];42(5):543-550. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0037-86822009000500012&lng=es.
5. Brasil, Ministério da saúde, Secretária de Vigilância em Saúde. Boletim epidemiológico AIDS e DST. Brasília: Ministério da Saúde; 2017.
6. Pereira B de S, Costa MCO, Amaral MTR, Costa HS da, Silva Carlos AL da, Sampaio VS. Fatores associados à infecção pelo HIV/AIDS entre adolescentes e adultos jovens matriculados em Centro de Testagem e Aconselhamento no Estado da Bahia, Brasil. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. 2014 Mar [citado 2018 Dez 07];19(3):747-758. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141381232014000300747&lng=pt.
7. Marques Junior JS, Gomes R, Nascimento EF do. Masculinidade hegemônica, vulnerabilidade e prevenção ao HIV/AIDS. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. 2012 Fev citado 2018 Dez 08];[17(2):511-520. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012000200024.
8. Brasil, Ministério da saúde, Secretária de Vigilância em Saúde. Boletim epidemiológico HIV/AIDS. Brasília: Ministério da Saúde; 2016.
9. Oliveira FS, Moraes ALJ, Sobra MAS.Estudo epidemiológico da aids no período de 2008 – 2015 no Estado de Sergipe. Revista RESMA [Internet]. 2018 [citado 2018 Agost 10];17-33. Disponível em: http://seer.ufms.br/index.php/sameamb/article/view/5550/pdf_39.
10. Amaral RS. Adolescência, juventude e HIV/aids: estudo de fatores associados [dissertação]. São Luís, MA: Universidade Ceuma, 2016.
11. Taquette RS. Doenças sexualmente transmissíveis em adolescentes femininas de comunidades pobres de Rio do Janeiro: incidência e diferenças de raça/cor na vulnerabilidade às DST/aids. Adolesc. Saúde [Internet] 2011[citado 2018 Out 15];8(3):18-26. Disponível em: http://www.adolescenciaesaude.com/
12. Serafim CL, Oliveira IF, Batista LM et al. Perfil sociodemográfico e estilo de vida de indivíduos portadores de HIV/aids em hospital de referência o município de João Pessoa - PB. In: II Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde (CONBRACIS); 2017 Jun 14-16, Campina Grande.
13. Hipolito RL, Oliveira DC, Costa TL, Marques SC, Pereira ER, Gomes ACT. Qualidade de vida de pessoas convivendo com HIV/aids: relação temporal, sociodemográfica e perceptiva da saúde. Rev. Latino-Am. Enfermagem [Internet]. 2017 [citado 2018 Dez 8];25:e2874. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692017000100330&lng=es.
14. Gomes RRFM, Ceccato MGB, Kerr LRFS et al. Fatores associados ao baixo conhecimento sobre HIV/AIDS entre homens que fazem sexo com homens no Brasil. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2017 [citado 2018 Dez 08]; 33(10):e00125515. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-3
15. Carreno I, Moreschi C, Marina B et al. Análise da utilização das informações do Sistema de Informação de Atenção Básica (SIAB): uma revisão integrativa. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. 2015 Mar [citado 2018 Dic 08]; 20(3):947-56. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000300947&lng=es
16. UNAIDS. Knowledge is Power: know your status, know your viral load [Internet]. Washington, DC: UNAIDS; 2018. [citado 2018 Dez 4]. 86 p. Disponível em: http://www.unaids.org/sites/default/files/media_asset/jc2940_knowledge-is-power-report_en.pdf.
17. Brasil,. Ministério da saúde, Secretária de Vigilância em Saúde. Boletim epidemiológico HIV/AIDS. Brasília: Ministério da Saúde; 2018. 72 p.
18. Gabriel R, Barbosa DA, Vianna LAC. Perfil epidemiológico dos clientes com HIV/AIDS da unidade ambulatorial de hospital escola de grande porte: município de São Paulo. Rev. Latino-Am. Enfermagem [Internet]. 2005 Ago [citado 2018 Dez 8];13(4):509-513. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-
19. Batista LE. Masculinidade, raça/cor e saúde. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. 2005 Mar [citado 2018 Dez 08];10(1):71-80. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232005000100013&lng=pt.
20. Cunha AP da, Cruz MM da, Torres RMC. Tendência da mortalidade por AIDS segundo características sociodemográficas no Rio Grande do Sul e em Porto Alegre: 2000-2011. Epidemiol. Serv. Saúde [Internet]. 2016 Sep [citado 2018 Dez 8];25(3):477-486. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-96222016000300477&lng=es.
Publicado
2019-07-16
Seção
Artigos originais