Processo de criação da Comissão de Saúde de Londrina e região, Estado do Paraná, Brasil

Palavras-chave: Gestor de Saúde, Política de Saúde, Saúde Pública, Problemas Sociais, Financiamento Governamental

Resumo

Este artigo descreve a ação de um grupo de gestores em saúde Londrina-PR e região que se reuniu com o objetivo fortalecer a integração e abordagem sistêmica para os problemas experimentados no Sistema Único de Saúde (SUS). Trata-se de um relato de experiência, estruturado por meio de uma abordagem crítico-reflexiva, descrevendo as fases e ferramentas utilizadas no projeto, que ao longo de 2018 resultou na conformação de 5 (cinco) eixos de atuação: Apostar na Atenção Primária à Saúde; Fortalecer a produção assistencial na média e alta complexidade; Qualificar a capacidade instalada da atenção hospitalar; Aprimorar a integração, regulação e comunicação no cuidado e Garantir o financiamento e alocação eficiente de recursos. A partir destes caminhos, o grupo busca construir uma unidade entorno de uma agenda comum, com soluções inovadoras de médio e longo prazo.

Biografia do Autor

Reilly Alberto Aranda Lopes, Hospital Dr. Anísio Figueiredo (Zona Norte de Londrina) - Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA).

Diretor Geral do Hospital Dr. Anísio Figueiredo (Zona Norte de Londrina) - Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA). Londrina-PR.

Felipe Assan Remondi, Secretaria de Estado da Saúde do Paraná 17ª Regional de Saúde - Londrina/PR.

Farmacêutico da 17ª Regional de Saúde - Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA). Londrina-PR.

Pablo Guilherme Caldarelli, Departamento de Medicina Oral e Odontologia Infantil- Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Professor do Departamento de Medicina Oral e Odontologia Infantil- Universidade Estadual de Londrina (UEL). Londrina-PR.

Referências

1. Brasil. Constituição da República Federativa do Brasil, de 05 de outubro de 1988. Brasília (DF): Senado Federal; 1988.
2. Santos NR. SUS 30 anos: o início, a caminhada e o rumo. Ciênc saúde coletiva [Internet]. 2018. [citado 2019 Mar 05] ; 23(6):1729-36. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232018000601729&lng=pt.
3. Azambuja CRC. Importância das medidas de gestão no controle da superlotação hospitalar. [Internet] [monografia]. Santa Maria (RS): Universidade Federal de Santa Maria; 2014. [citado 2019 Fev 15]. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/handle/1/11730.
4. Brasil, Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS). Propostas do CONASS aos candidatos à Presidência da República. [homepage na Internet]. [citado 2019 Fev 15]. Disponível em: http://www.conass.org.br/propostas-do-conass-aos-candidatos-presidencia-da-republica/.
5. Burmester H. Gestão em Saúde. Rev Adm Saúde. [Internet]. 2017 [citado 2019 Fev 15];17(66): editorial. Disponível em: http://cqh.org.br/ojs-2.4.8/index.php/ras/article/view/5/16.
6. Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (PR). Plano Diretor de Regionalização. [internet]. Paraná: Secretaria de Estado da Saúde; 2015. [citado 2019 Fev 15]. Disponível em: http://www.saude.pr.gov.br/arquivos/File/00_-_NDS/PDR_2015.pdf
7. Ministério Público do Estado do Paraná. Regionais de saúde. [homepage na Internet]. [citado 2019 Fev 15]. Disponível em: http://www.saude.mppr.mp.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=522.
8. Santos CAS, Santo EE. Análise das causas e consequências da superlotação dos serviços de emergências hospitalares: uma revisão bibliográfica. Revista Saúde e Desenvolvimento. [Internet]. 2014 [citado 2019 Fev 15];5(3):31-44. Disponível em: https://www.uninter.com/revistasaude/index.php/saudeDesenvolvimento/article/view/187/210.
9. Bittencourt RJ, Hortale VA. Intervenções para solucionar a superlotação nos serviços de emergência hospitalar: uma revisão sistemática. Cad Saúde Pública [Internet]. 2009 [citado 2019 Fev 15];25(7):1439-1454. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2009000700002&lng=en.
10. Viacava F, Oliveira RAD, Carvalho CC, Laguardia J, Bellido JGr. SUS: oferta, acesso e utilização de serviços de saúde nos últimos 30 anos. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. 2018 Jun [citado 2019 Fev 17];23(6):1751-1762. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232018000601751&lng=en.
11. Hospital Sírio Libanês. Pronto atendimento ou consulta: como fazer a escolha certa. [homepage na Internet]. [citado 2019 Fev 15]. Disponível em: https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/sua-saude/Paginas/pronto-atendimento-consulta-como-fazer-escolha-certa.aspx.
12. Campos GWS. SUS: o que e como fazer?. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. 2018 Jun [citado 2019 Fev17]; 23(6):1707-14. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232018000601707&lng=en.
13. Brophy P, Coulling K. Quality management for information and library managers. Brookfield: Aslib Gower, 1996.
14. Barreto, RM. Criatividade em propaganda. 12. ed. São Paulo: Summus, 2004.
15. Daychoum, M. 40+4 ferramentas e técnicas de gerenciamento. 3. ed. Rio de Janeiro: Brasport, 2010.
16. Mendonça MHM, Matta GC, Gondim R, Giovanella L, organizadores. Atenção primária à saúde no Brasil: conceitos, práticas e pesquisa. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2018.
17. Silva CR, Carvalho BG, Cordoni Júnior L, Nunes EFPA. Difficulties in accessing services that are of medium complexity in small municipalities: a case study. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. 2017 [citado 2019 Fev 15];22(4):1109-20. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232017002401109&lng=pt.
18. Brasil. Ministério da Saúde. Portaria de Consolidação nº 01. Consolidação, portaria normativa, direito à saúde, usuário do SUS, organização e administração, funcionamento, sistema único de saúde (SUS). Diário Oficial da União, 03 out 2017; Suplemento: 1.
19. Brasil. Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS). A atenção primária e as redes de atenção à saúde. Brasília: CONASS, 2015. 127 p.
20. Brasil, Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Nota Conjunta – CONASEMS/CONASS Financiamento da Saúde [Internet]. Brasília: CONASEMS; 2017 [citado 2019 Fev 16]. Disponível em: http://www.conasems.org.br/wp-content/uploads/2017/09/Nota-Conjunta-Conass-e-Conasems-Financiamento-e-Gest%C3%A3o-25.09_final.pdf.
Publicado
2019-07-16
Seção
Relatos de Experiência