Incentivo ao aleitamento materno na sala de parto em maternidades com e sem a Iniciativa Hospital Amigo da Criança

Palavras-chave: Aleitamento materno, Salas de Parto, Recém-nascido, Serviços de Neonatologia

Resumo

Este estudo tem por objetivo comparar o incentivo ao aleitamento materno na sala de parto em maternidades de risco habitual com ou sem a Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC). Estudo transversal descritivo aninhado a uma coorte prospectiva. A coleta de dados aconteceu por meio de entrevistas com mulheres após o parto e busca em prontuário. A análise foi realizada por testes estatísticos no programa SPSS®. A população foi composta por 419 usuárias. Puérperas entre 14 e 18 anos e 30 anos ou mais não tiveram contato pele a pele superior a 30 minutos nas maternidades sem a IHAC. A sucção ao seio materno na primeira meia hora após o parto prevaleceu em mulheres de 19 a 29 anos, com ensino superior, e que tiveram parto normal na maternidade credenciada à IHAC. Portanto, a IHAC favoreceu o aleitamento materno, porém não contemplou todas as mulheres demonstrando fragilidades no serviço.

Referências

1. Silva BAA, Braga LP. Fatores promotores do vínculo mãe-bebê no puerpério imediato hospitalar: uma revisão integrativa. RevSBPH [Internet]. 2019 Jun [citado em 2019 Out 18];22(1):258-79. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S151608582019000100014&lng=pt.

2. Algarves TT. Aleitamento materno: Influência de mitos e crenças no desmame precoce. Saúde Foco [Internet]. 2015 [citado em 2019 Out 18];2(1):151-67. Disponível em: http://www4.fsanet.com.br/revista/index.php/saudeemfoco/article/view/912/851.

3. Paraná, Secretaria de Estado da Saúde. Linha Guia Rede Mãe Paranense [Internet]. 7. ed. Curitiba: Secretaria de Estado da Saúde do Paraná; 2018 [citado em 2019 Out 18]. 63 p. Disponível em: http://www.saude.pr.gov.br/arquivos/File/LinhaGuiaMaeParanaense_2018.pdf.

4. Sampaio ARR, Bousquat A, Barros C. Contato pele a pele ao nascer: um desafio para a promoção do aleitamento materno em maternidade pública no Nordeste brasileiro com o título de Hospital Amigo da Criança Epidemiol Serv Saude [Internet]. 2016 [citado em 2019 Out 18];25(2):281-90. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S2237-96222016000200281&script=sci_abstract&tlng=pt.

5. Silva OLO, Rea MF, Venâncio SI, Buccini GS. A Iniciativa Hospital Amigo da Criança: contribuição para o incremento da amamentação e a redução da mortalidade infantil no Brasil. Rev Bras Saude Mater Infant [Internet]. 2018 Set [citado em 2019 Out 18];18(3):481-89. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292018000300481&lng=pt. http://dx.doi.org/10.1590/1806-93042018000300003.

6. Marinho MS, Andrade EN, Abrão ACFV. A atuação do (a) enfermeiro (a) na promoção, incentivo e apoio ao aleitamento materno: revisão bibliográfica. Rev Enferm Contemp [Internet]. 2015 [citado em 2019 Out 18];4(2):189-98. Disponível em: https://www5.bahiana.edu.br/index.php/enfermagem/article/view/598.


7. Albuquerque RCCS. Implementação do aleitamento materno na primeira hora de vida na maternidade Araken Irerê Pinto [trabalho de conclusão de curso na internet]]. Natal: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; 2019 [citado em 2019 Out 18]. Disponível em: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8895.
8. Lamounier JA, Chaves RG, Rego MAS, Bouzada MCF. Iniciativa Hospital Amigo da Criança: 25 anos de experiência no brasil. Rev Paul Pediatr [Internet]. 2019 [citado em 2019 Out 18];37(4):486-93.Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010305822019000400486&lng=en.

9. Fucks IS, Soares MC, Kerber NPC, Meincke SMK, Escobal APL, Bordignon SS. A sala de parto: o contato pele a pele e as ações para o estímulo ao vínculo entre mãe-bebê. Avan Enferm [Internet]. 2015 [citado em 2019 Out 18];33(1):29-37. Disponível em: https://revistas.unal.edu.co/index.php/avenferm/article/view/47371/60871.

10. Rocha LB, Araujo FMS, Rocha NCO, Almeida CD, Santos MO, Rocha CHR. Aleitamento materno na primeira hora de vida: uma revisão da literatura. Rev Med Saude Brasília [Internet]. 2017 [citado em 2019 Out 18];6(3):384-94. https://portalrevistas.ucb.br/index.php/rmsbr/article/view/8318.

11. Prior E, Santhakumaran S, Galé C, Philipps LH, Modi N, Hyde MJ. Breastfeeding after cesarean delivery: a systematic review and meta-analysis of world literature. Am J Clin Nutr [Internet]. 2012 [citado em 2019 Out 18];95(5):1113-35. Disponível em: https://academic.oup.com/ajcn/article/95/5/1113/4576793.

12. Silva DSSA, Oliveira M, Souza ALTD, Silva RM. Promoção do aleitamento materno: políticas públicas e atuação do enfermeiro. Cad UniFOA [Internet]. 2017 [citado em 2019 Out 18];12(35):135-40. Disponível em: http://revistas.unifoa.edu.br/index.php/cadernos/article/view/483.
Publicado
2019-11-25
Seção
Artigos originais