Relação custo-benefício do transplante renal frente à hemodiálise

Palavras-chave: Insuficiência Renal. Diálise Renal. Transplante de Rim. Custos e Análise de Custo.

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo analisar os custos relacionados ao tratamento de hemodiálise em relação ao transplante renal em um hospital no Sul de Minas Gerais. Estudo descritivo, exploratório de abordagem quantitativa. Os dados foram analisados e interpretados através da estatística descritiva simples e foram utilizados os dados do sistema Sysart e NefroData referentes aos anos de 2013 a 2018. Os principais resultados apontam que 322 indivíduos estão em tratamento dialítico. 40 usuários estão efetivamente cadastrados na lista de transplantes. O custo para o tratamento dialítico no período do estudo foi de R$ 46.618.757,51. O valor individual médio do tratamento dialítico entre os anos de 2013 a 2018 foi de R$ 27.962,26. O valor do transplante atualmente é de R$ 33.147,18. Neste contexto, o estudo mostrou que no primeiro ano o transplante possui um valor superior, porém em longo prazo este prevalece como a melhor opção e mais econômica.

Referências

1.Santos BP, Schwartz E, Beuter M, Muniz RM, Echevarría-Guanilo ME, Viegas AC. Consequences attributed to kidney transplantation: critical incident technique. Text Context Nursing [Internet]. 2015 [citado em 2019 Out 8];24(3):748-55. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/tce/v24n3/0104-0707-tce-2015000270014.pdf

2.Xavier SSM, Germano RM, Silva IP, Lucena SKP, Martins JM, Costa IKF. Na correnteza da vida: a descoberta da doença renal crônica. Interface, Botucatu [Internet]. 2018 [citado em 2019 Out 8];22(66):841-51. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/icse/v22n66/1414-3283-icse-1807-576220160834.pdf

3. Sociedade Brasileira de Nefrologia (Brasil). Transplante Renal. SBN informa. [Internet] 2019. [citado em 2018 Dez 29]. Disponível em: https://sbn.org.br/publico/tratatamentos/transplante-renal/

4.Silva SB, Caulliaux HM, Araújo CAS, Rocha E. Uma comparação dos custos do transplante renal em relação às diálises no Brasil. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2016 [citado em 2018 Dez 29];32(6). Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2016000605005

5.Santa Casa de Misericórida de Passos (SCMP). Santa Casa de Passos Realiza Primeiro Transplante Renal. 2018 [Internet]. Disponível em: http://www.scmp.org.br/materia/845/santa-casa-de-passos-realiza-primeiro-transplante-renal

6.Freitas EB, Bassoli FA, Vanelli CP. Perfil sociodemográfico de indivíduos com doença renal crônica em tratamento dialítico em clínica de Juiz de Fora, Minas Gerais. HU Revista, Juiz de Fora [Internet]. 2013[citado em 2018 Dez 30];39(1 e 2):45-51. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/2023

7.Oliveira Junior HM, Formiga FFC, Alexandre CS. Perfil clínico-epidemiológico dos pacientes em programa crônico de hemodiálise em João Pessoa – PB. J Bras Nefrol [Internet]. 2014 [citado em 2019 Jan 20];36(3):367-74. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010128002014000300367&script=sci_abstract&tlng=pt

8.Thomé FS, Sesso RC, Lopes AA, Lugon JR, Martins CT. Inquérito Brasileiro de Diálise Crônica 2017. Braz. J. Nephrol [Internet]. 2019 [citado em 2019 Fev 20];41(2):208-14. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/jbn/v41n2/pt_2175-8239-jbn-2018-0178.pdf

9.Sesso RC, Lopes AA, Thomé FS, Lugon JR, Martins CT. Inquérito Brasileiro de Diálise Crônica 2016. J BrasNefrol [Internet]. 2017 [citado em 2019 Mai 12];39(3):261-66. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/jbn/v39n3/pt_0101-2800-jbn-39-03-0261.pdf

10. Brasil. Ministério da Saúde. Saúde alerta para prevenção e diagnóstico precoce da Doença Renal Crônica. 2019. Disponível em: http://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/45291-ministerio-da-saude-alerta-para-prevencao-e-diagnostico-precoce-da-doenca-renal-cronic

11. Ondei LS, Ribeiro FA, Noronha VRM, Teresa FB. Avaliação da qualidade de vida de pacientes renais crônicos em hemodiálise. Enciclopédia biosfera, Centro Científico Conhecer – Goiânia. 2016;13(24):1414-2016.

12. Thomé FS, Sesso RC, Lopes AA, Lugon JR, Martins CT. Inquérito Brasileiro de Diálise Crônica 2017. Braz. J. Nephrol [Internet]. 2019 [citado em 2019 Nov 21];41(2):208-14. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010128002019000200208&lng=en&nrm=iso&tlng=pt

13. Santos DR, Moura LRR. Dia Mundial do Rim de 2014. Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN). [Internet]. 2014. Disponível em: http:

14. Alves CKA. Constituição e integralidade da rede atenção à da pessoa com doença renal crônica em terapia renal substitutiva no âmbito estadual. Tese (Doutorado em Saúde Pública) – Instituto Aggeu Magalhães, Fundação Oswaldo Cruz. Recife, 2017.

15. Fernades NMS. Assistência interdisciplinar ao paciente com Doença Renal Crônica. Universidade Federal do Maranhão. UNA-SUS/UFMA. São Luís, 2017. Livro: Unidade 1. Disponível em: http://repocursos.unasus.ufma.br/especializacao_nefrologia/modulo5/und1/media/pdf/livro_pdf.pdf
Publicado
2021-04-30
Como Citar
1.
Vallory L, Santos K, Januário G, da Silva M, Ribeiro MI, Silva A. Relação custo-benefício do transplante renal frente à hemodiálise. Revista de Saúde Pública do Paraná [Internet]. 30abr.2021 [citado 3ago.2021];4(1):22-1. Available from: http://revista.escoladesaude.pr.gov.br/index.php/rspp/article/view/455
Seção
Artigos originais