Perfil sociodemográfico de portadores de Diabetes Mellitus e hipertensão arterial de uma comunidade religiosa

Palavras-chave: Hipertensão. Diabetes Mellitus. Perfil de Saúde. Comorbidade.

Resumo

Doenças crônicas não transmissíveis são um importante agravo da saúde da população mundial. Além de serem onerosas para o sistema público de saúde e um desafio para a gestão, carregam também um impacto negativo para a qualidade de vida do indivíduo. Este estudo trata-se de uma pesquisa exploratória-descritiva com abordagem quantitativa com o objetivo de conhecer o perfil sociodemográfico de portadores de Hipertensão Arterial Sistêmica e/ou Diabetes Mellitus em uma comunidade religiosa de Curitiba – PR. Foram entrevistados 100 portadores de HAS e/ou DM , que mostraram que os portadores das doenças possuíam idade avançada, maior nível de escolaridade, predomínio de caucasianos e distribuição semelhante entre os sexos, sendo que a maioria era portador de pelo menos mais uma comorbidade. Conclui-se que a influência das características locais no perfil epidemiológico das doenças revela a necessidade de medidas de prevenção e cuidado específicas para cada localidade, respeitando as suas particularidades.

Biografia do Autor

Eloisa Gabriela Linke, Faculdades Pequeno Príncipe

Acadêmica de Medicina

Adriana Cristina Franco, Faculdades Pequeno Príncipe

Professora Mestre graduada em Enfermagem.

Isabeli Lopes Kruk, Faculdades Pequeno Príncipe

Acadêmica do Curso de Medicina da Faculdades Pequeno Príncipe.

Julia Wolff Barretto, Faculdades Pequeno Príncipe

Acadêmica do Curso de Medicina da Faculdades Pequeno Príncipe.

Juliana Lima Germano, Faculdades Pequeno Principe

Acadêmica do Curso de Medicina da Faculdades Pequeno Principe

Livia Aro Rodrigues, Faculdades Pequeno Principe

Acadêmica do Curso de Medicina da Faculdades Pequeno Príncipe.

Referências

1. SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO PARANÁ. Linha guia de diabetes mellitus. 2. ed, Curitiba, 2018.

2. Neto JRG, Alves KKAF, Souza AKA, Alves MGL, Pessoa MAS, Almeida TCF, et al. Adesão terapêutica e qualidade de vida de hipertensos assistidos na atenção primária de saúde. Revista Nursing [Internet]. Fevereiro de 2019 [citado em 12 de dezembro de 2020]; 22 (249), 2600-2603. doi: http://dx.doi.org/10.36489/nursing.2019v22i249p2598-2603

3. SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA. VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão, Conceituação, Epidemiologia e Prevenção Primária. Rio de Janeiro, 2010.

4. SOCIEDADE BRASILEIRA DE DIABETES. Controle da glicemia no paciente hospitalizado. São Paulo, 2015.

5. Fontana S, Araújo AC. Os processos educativos no contexto das práticas de saúde em Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Saúde da Família. CuidArte Enferm [Internet]. Junho de 2018 [citado em 12 de dezembro de 2020], 12 (1): 81-91. Disponível em: http://www.webfipa.net/facfipa/ner/sumarios/cuidarte/2018v1/81.pdf

6. Gualano B, Tinucci T. T. Sedentarismo, exercício físico e doenças crônicas. Rev. Bras. Educ. Fís. Esporte [internet]. 2011 [citado em 30 de novembro de 2020]; 25. doi: https://doi.org/10.1590/S1807-55092011000500005

7. Oliveira-Campos M, Rodrigues-Neto JF, Silveira MF, Neves DMR, Vilhena JM, Oliveira JF, Magalhães JC, Drumond D. Impacto dos fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis na qualidade de vida. Ciência & Saúde Coletiva [Internet]. Janeiro de 2013 [citado em 12 de dezembro de 2020] 18(3): 873-882. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232013000300033

8. Buccolini, CS. Morbidade por doenças crônicas no brasil: situação atual e futura. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz, 2016.

9. Silva JVM, Mantovani MF, Kalinke LP, Ulbrich EM. Hypertension and Diabetes Mellitus Program evaluation on user’s view. Rev Bras Enferm [Internet]. Agosto de 2015 [citado em 12 de dezembro de 2020]; 68(4): 626-32. doi: https://doi.org/10.1590/0034-7167.2015680408i

10. Mantovani MF, Mendes FRP, Ulbrich EM, Bandeira JM, Fusuma F, Gaio DM. As representações dos usuários sobre a doença crônica e a prática educativa. Rev. Gaúcha Enferm. [Internet]. Dezembro de 2011 [citado em 12 de dezembro de 2020] ; 32( 4 ): 626-668. doi: https://doi.org/10.1590/S1983-14472011000400004

11. Silva EC, Soares MMSA, Guimarães LV, Segri NJ, Lopes MA, Espinosa MM. Prevalência de hipertensão arterial sistêmica e fatores associados em homens e mulheres residentes em municípios da Amazônia Legal. Rev. Bras. Epidemiol.,[Internet]. 2016 Mar [citado em 12 de dezembro de 2020]; 19 (1): 38-51. doi: https://doi.org/10.1590/1980-5497201600010004

12. Dantas RCO, Roncalli AG. Protocolo para indivíduos hipertensos assistidos na Atenção Básica em Saúde. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. Janeiro de 2019 [citado em 12 de dezembro de 2020]; 24 (1): 295-306. doi: https://doi.org/10.1590/1413-81232018241.35362016

13. Stipp MAC, Leite JL, Cunha NM, Assis LS, Andrade MP, Simões RD. O consumo do álcool e as doenças cardiovasculares: uma análise sob o olhar da enfermagem. Esc. Anna Nery [Internet]. Dezembro de 2007 [citado em 12 de dezembro de 2020]; 11( 4 ): 581-585. doi: https://doi.org/10.1590/S1414-81452007000400004

14. Bezerra ALL, Bezerra D, Pinto DS, Bonzi ARB, Pontes RMN, Velosi JAP. Perfil Epidemiológico de idosos hipertensos no brasil: uma revisão integrativa. Rev Med [Internt]. Fevereiro de 2018 [citado em 12 de dezembro de 2020]; 97(1):103-7. doi: https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v97i1p103-107

15. Gomes TJO, Rocha MV, Santos AA. Controle da pressão arterial em pacientes atendidos pelo programa Hiperdia em uma Unidade de Saúde da Família. Rev. Bras. Hipertens [Internet]. Setembro de 2010 [citado em 20 de dezembro de 2020]; 17 (3), 132-139. Disponível em: http://departamentos.cardiol.br/dha/revista/17-3/03-controle.pdf

16. Sousa ALL, Batista SR, Sousa AC, Pacheco JAS, Vitorino PVO, Pagotto V. Prevalência, tratamento e controle da hipertensão em idosos em uma capital brasileira. Arq. Bras. Cardiol. [Internet]. Março de 2019 [citado em 12 de dezembro de 2020]; 112 (3): 271-278. doi: https://doi.org/10.5935/abc.20180274

17. Cipullo JP, Martin JFV, Ciorlia LAS, Godoy MRP, Cação JC, Loureiro AAC et al . Prevalência e fatores de risco para hipertensão em uma população urbana brasileira. Arq. Bras. Cardiol. [Internet]. Abril de 2010 [citado em 12 de dezembro de 2020] ; 94( 4 ): 519-526. doi: https://doi.org/10.1590/S0066-782X2010005000014

18. Chaves AEA, Morais GA, Gurgel KOB, Reis MVC, Geraldo PFT, Quintão TMG. Avaliação do autoconhecimento sobre comorbidades em pacientes tratados ambulatoriamente. Rev. Med. Minas Gerais [Internet]. 2018 [citado em 12 de dezembro de 2020]; vol, 28 (4): 19-26. Disponível em: http://rmmg.org/exportar-pdf/2303/v28s4a04.pdf

19. Pereira NPA, Lanza FM, Viegas SM. Vidas em tratamento para Hipertensão Arterial Sistêmica e Diabetes Mellitus: sentimentos e comportamentos. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. Fevereiro de 2019 [citado em 12 de dezembro de 2020] ; 72( 1 ): 102-110. doi: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0500

20. Malachias MVB. et al . 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial: Capítulo 1 - Conceituação, Epidemiologia e Prevenção Primária. Arq. Bras. Cardiol. 2016 Set, 107 (3), 1-6.

21. Almeida AV et al. A Feminização da Velhice: em foco as características socioeconômicas, pessoais e familiares das idosas e o risco social. Revista Textos & Contextos [Internet] 2015. [acesso em 2020 nov 30]; 14(1). Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=321540660010

22. Freitas LC, Rodrigues GM, Araújo FC, Falcon EBS, Xavier NF, Lemos ELC, Pires CAA. Perfil dos hipertensos da Unidade de Saúde da família Cidade Nova, município de Ananindeua-PA. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. Março de 2012 [citado em 12 de dezembro de 2020]; 7(22): 13-9. doi: https://doi.org/10.5712/rbmfc7(22)288

23. Freitas LRS, Garcia LP. Evolução da prevalência do diabetes e deste associado à hipertensão arterial no Brasil: análise da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, 1998, 2003 e 2008. Epidemiol. Serv. Saúde [Internet]. 2012 Mar [citado 2020 Dez 12] ; 21( 1 ): 07-19. Disponível em: http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-49742012000100002
Publicado
2021-11-29
Como Citar
1.
Linke EG, Franco AC, Kruk IL, Barretto JW, Germano JL, Rodrigues LA. Perfil sociodemográfico de portadores de Diabetes Mellitus e hipertensão arterial de uma comunidade religiosa. Revista de Saúde Pública do Paraná [Internet]. 29nov.2021 [citado 28nov.2022];4(3):62-. Available from: http://revista.escoladesaude.pr.gov.br/index.php/rspp/article/view/492
Seção
Artigos originais