Cobertura do citopatológico de colo uterino em um município paranaense: impacto da pandemia Sars-Cov-2

Palavras-chave: SARS-COV-2, Neoplasias do Colo Uterino, Epidemiologia, Saúde Pública, Saúde da Mulher

Resumo

A pesquisa buscou analisar a cobertura da prevenção do câncer cérvico-uterino em um município do Paraná. Trata-se de um estudo ecológico, descritivo, retrospectivo, abordagem quantitativa com dados de fonte secundária, entre 2016-2020, ao concernente faixa etária, adequabilidade e amostras alteradas, motivo e periodicidade. Após o levantamento destes dados, as informações foram tabuladas e em tabelas no Excel 2013, por frequência absoluta e relativa, cálculo da taxa de cobertura e análise descritiva destes dados. Houve captação de 143.936 citopatológicos de colo uterino em no município no quinquênio analisado, 140.302, estavam na faixa etária de 25-64 anos. A maior taxa de cobertura em rastreamento para a idade preconizada foi observada em 2017 (75%), com decréscimo em 2020. O município em estudo não conseguiu alcançar indicadores de cobertura do rastreamento de câncer de colo do útero na idade preconizada, sugerindo falhas na captação ou no rastreamento oportuno, necessitando de novas estratégias de rastreamento, bem como aprimoramento das já existentes, como busca ativa, divulgação da oferta de coleta todos os meses do ano, acompanhamento de gestantes e a captação para realização do citopatológico e a vacinação de adolescentes e jovens adultos contra o HPV.

Biografia do Autor

Marcieli Borba Nascimento, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Graduanda em Enfermagem

Tatiane Baratieri, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Doutora em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Santa Catarina (2020), docente efetiva no curso de Enfermagem da Universidade Estadual do Centro-Oeste

Ellen Cristina Bordelack, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Graduanda em Enfermagem

Matheus Cunha Paris, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Graduando em Enfermagem

Referências

1. Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva. Estimativa 2020: incidência de câncer no Brasil / Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. – Rio de Janeiro: INCA, 2019 [acesso em: 13 abr 2021]; Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files/media/document/estimativa-2020-incidencia-de-cancer-no-brasil.pdf
2. International Agency of Research on Cancer. Working Group on the Evaluation of Carcinogenic Risks to Humans. Human papillomaviruses. Lyon: WHO; IARC, 2007. 636p. (IARC Monographs on the Evaluation of Carcinogenic Risks to Humans, v. 90). Disponível em: https://monographs.iarc.who.int/wp-content/uploads/2018/06/mono90.pdf
3. Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva. Controle do Câncer de Colo do Útero: Fatores de Risco. 2020 [acesso em: 24 abr 2021]; Disponível em: https://www.inca.gov.br/controle-do-cancer-do-colo-do-utero/fatores-de-risco
4. International Agency of Research on Cancer. Working Group on the Evaluation of Carcinogenic Risks to Humans. Human papillomaviruses. Lyon: WHO; IARC, 2007. 636p. (IARC Monographs on the Evaluation of Carcinogenic Risks to Humans, v. 90); [Acesso em: 28 abr 2021]; Disponível em: https://monographs.iarc.who.int/wp-content/uploads/2018/06/mono90.pdf
5. Torres-Poveda K, Ruiz-Fraga I, Madrid-Marina V, Chavez M, Richardson V. High Risk HPV Infection Prevalence and Associated Cofactors: A Population-Based Study in Female ISSSTE Beneficiaries Attending the HPV Screening and Early Detection of Cervical Cancer Program. BMC Cancer. 2019 dez, p. 1205 [acesso em: 28 abr 2021]; 19(1). doi: https://doi.org/10.1186/s12885-019-6388-4
6. Guedes DHS, Fiorin BH, Santos MVF, Viana KCC, Portugal FB, Silva RA. Factors associated to the human papillomavirus in women with cervical cancer. Rev Rene. 2020 [acesso em:13 mai 2021]. Disponível em: https://doi.org/10.15253/2175-6783.20202143681
7. Ziedan E, Simon KI, Wing C. Effects of state COVID-19 closure policy on non-COVID-19 health care utilization. Cambridge: National Bureau of Economic Research; 2020 [acesso em 28 abr 2021]. Disponível em: https://www.nber.org/system/files/working_papers/w27621/w27621.pdf
8. Komodo Health. Routine chronic disease screenings and oncology biomarker tests plummet during COVID-19. 2020 [acesso em: 27 abr 2021]. Disponível em: https://knowledge.komodohealth.com/hubfs/white-papers/research-briefs/Komodohealth-covid19-2020-04-28.pdf
9. Maluf F. Os impactos do adiamento de tratamentos do dia a dia e retomada dos procedimentos no setor hospitalar. Panorama ANAPH; 2020 [acesso em: 28 abr 2021]. Disponível em: https://www.anahp.com.br/pdf/revista-panorama-edicao-76.pdf
10. Dias MFM. Impacto do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade nas Ações De Rastreamento Do Câncer De Colo Uterino em Alagoas. Pernambuco. Dissertação [Mestrado em Gestão e Economia da Saúde]. Universidade Federal de Pernambuco; 2016. Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18549
11. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Nota Técnica – DIDEPRE/CONPREV/INCA – 30/3/2020 Detecção precoce de câncer durante a pandemia de Covid-19. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files/media/document/nota-tecnica-deteccao-precoce.pdf
12. Oliveira MM, Andrade SSCA, Oliveira PPV, Silva MMA, Malta DC. Cobertura de exame Papanicolaou em mulheres de 25 a 64 anos, segundo a Pesquisa Nacional de Saúde e o Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico, 2013. Revista Brasileira de Epidemiologia, vol. 21 Supl. 2 2018 [acesso em: 29 abr 2021]. doi: https://doi.org/10.1590/1980-549720180014.supl.2
13. Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede. Diretrizes brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero / Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede. – 2. ed. rev. atual. – Rio de Janeiro: INCA, 2016 [Acesso em: 13 abr 2021]; Disponível em: https://www.inca.gov.br/publicacoes/livros/diretrizes-brasileiras-para-o-rastreamento-do-cancer-do-colo-do-utero
14. Brasil. Ministério da Saúde. Rastreamento. Brasília: Ministério da Saúde, 2010. (Série A. Normas e Manuais Técnicos) (Cadernos de Atenção Primária n. 29). [Acesso em: 01 out. 2021]. Disponível em: https://aps.saude.gov.br/biblioteca/visualizar/MTIwNg==
15. Paraná. Secretaria de Estado da Saúde do Paraná. Plano Estadual de Saúde Paraná 2020-2023 - Curitiba: SESA, 2020. 210 p. [Acesso em: 01 out. 2021]. Disponível em: https://www.conass.org.br/wp-content/uploads/2021/04/PLANO-ESTADUAL-DE-SAU%CC%81DE-DO-PARANA%CC%81-2020-2023.pdf
16. Paraná. Secretaria de Estado da Saúde do Paraná . Linha Guia Mãe Paranaense. Curitiba: SESA, 2018. 63 p. [Acesso em: 01 out. 2021. Disponível em: https://www.saude.pr.gov.br/sites/default/arquivos_restritos/files/documento/2020-09/LinhaGuiaMaeParanaense_2018.pdf
17. Borges, MFSO, Dotto LMG, Koifman RJ, Cunha MA, Torres MP. Prevalência do exame preventivo de câncer do colo do útero em Rio Branco, Acre, Brasil, e fatores associados à não-realização do exame. Cadernos de Saúde Pública, vol. 28, no 6, junho de 2012, p. 1156–66 [Acesso em: 29 abr 2021]. doi: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2012000600014
18. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Controle dos cânceres do colo do útero e da mama. 2. ed. – Brasília: Editora do Ministério da Saúde. (Cadernos de Atenção Básica, n° 13). 2013:128p. [acesso em: 04 mai 2021]; Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/cab13.pdf
19. Brasil. Ministério da Saúde. Saúde amplia vacinação contra HPV para mulheres imunossuprimidas com até 45 anos. [Acesso em: 01 out. 2021]. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/noticias/saude-amplia-vacinacao-contra-hpv-para-mulheres-imunossuprimidas-com-ate-45-anos
20. Moura, L. L.; Codeço, C. T.; Luz, P. M. Cobertura da vacina papilomavírus humano (HPV) no Brasil: heterogeneidade espacial e entre coortes etárias. [acesso em: 01 out, 2021]. doi: https://doi.org/10.1590/1980-549720210001
21. World Health Organization. Cancer Control. Knowledge into ation. WHO guide for efective pogrammes. Switzerland: WHO, 2007 [ Acesso em: 04 de mai 2021]. Disponível em: https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/43743/9241547338_eng.pdf;jsessionid=780140F826D6582ACC42BBC55A84495A?sequence=1
22.Bakouny Z, Paciotti M, Schmidt AL, Lipsitz SR, Choueiri TK, Trinh QD. Cancer screening tests and cancer diagnoses during the Covid-19 pandemic. JAMA Oncol. 2021 [acesso em: 08 maios 2021]. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33443549/
23. Geremia, DS, Derner T, Rosa M, Antunes TR, Pitilin EB, Gasparin VA. Avaliação da adequabilidade da coleta do exame citopatológico na Estratégia Saúde da Família. Revista Acreditação: ACRED. 2016 [Acesso em: 29 abr 2021]; 6(11). Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5602111
24. Ceolin R, Nasi C, Coelho DF, Paz AA, Lacchini AJB. Análise do rastreamento do câncer do colo do útero de um município do sul do Brasil. Rev Fun Care Online. 2020 [acesso em: 01 maio 2021]12:406-412. doi: https://doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v12.8342
25. Paraná. Agencia de Notícias do Paraná. Alunos da Unicentro fazem mutirão para atender mulheres com exame preventivo de câncer. [Acesso em: 01 out. 2021]. Disponível em: https://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=115476
26. Paho - Pan American Health Organization. OMS afirma que COVID-19 é agora caracterizada como pandemia - OPAS/OMS | Organização Pan-Americana da Saúde. 2020 [Acesso em: 14 mai 2021]; Disponível em: https://www.paho.org/pt/news/11-3-2020-who-characterizes-covid-19-pandemic
27. Berlin G, Bueno D, Gribler K, Schulz J. Cutting through the COVID-19 surgical backlog. McKinsey & Co. 2020 [Acesso em: 14 maio 2021]. Disponível em: https://www.mckinsey.com/industries/healthcare-systems-and-services/our-insights/cutting-through-the-covid-19-surgical-backlog
Publicado
2021-11-29
Como Citar
1.
Nascimento MB, Baratieri T, Bordelack EC, Paris MC. Cobertura do citopatológico de colo uterino em um município paranaense: impacto da pandemia Sars-Cov-2. Revista de Saúde Pública do Paraná [Internet]. 29nov.2021 [citado 28nov.2022];4(3):16-8. Available from: http://revista.escoladesaude.pr.gov.br/index.php/rspp/article/view/558
Seção
Artigos originais